Rede Corporativa
Santos - São Paulo - Brasil, 14 de abril de 2021.
23/02/2021
NOTÍCIAS
Carga Tributária: o que você precisa saber!

É muito comum ouvirmos falar sobre a carga tributária no país ser muito alta, que a população paga impostos demais por serviços mínimos para nosso grau de desenvolvimento. Não é nenhum segredo que o Brasil possui uma altíssima carga tributária – no ano de 2018, foram pagos R$ 2,2 trilhões em impostos, valor equivalente a 33,58% do Produto Interno Bruto (PIB).


Mas, para afirmar tudo isso, é importante saber o que é carga tributária e como funciona.


De acordo com a Receita Federal, “carga tributária é uma relação entre a soma da arrecadação federal, estadual e municipal e o Produto Interno Bruto (PIB)”. Portanto, é necessário, primeiro, conhecer o total arrecadado pelo país e o seu PIB.


A carga tributária mede os impactos dos impostos sobre a riqueza gerada no país, ou seja, demonstra o percentual da riqueza do país que é destinado somente ao pagamento de tributos. 

Estes tributos podem ser denominados como impostos (que podem ser federais, estaduais ou municipais), taxas ou contribuições.


Os impostos municipais, estaduais e federais, por exemplo, são cobrados em produtos e serviços, e em qualquer parte do mundo, o papel dos impostos é arrecadar fundos para o desenvolvimento social e projetos voltados para a população, como na educação, transporte, saúde, segurança, cultura, entre outras áreas. 


No Brasil,a cobrança desses impostos é feita de diversas maneiras. São vários impostos municipais, estaduais e federais, cobrados sobre propriedade (como o IPVA e o IPTU, sobre serviços e produtos (como ICMS e o IPI) e sobre a renda (no caso, o Imposto de Renda). 


O retorno desses impostos pagos pela população brasileira é uma questão muito importante a ser comentada. Pois, enquanto o Brasil tem uma das maiores cargas tributárias do mundo, há o sofrimento com o descuido de serviços públicos básicos, como saneamento básico, segurança, saúde e educação.


Com o objetivo de conscientizar e alertar a população quanto aos valores destinados a impostos e ações do Governo para o retorno da arrecadação, em 2000 foi criado o Impostômetro. 


Iniciativa tomada pelo IBPT (Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação) em parceria com as Associações Comerciais dos estados. A ideia principal desse projeto é medir todos os impostos pagos pela população e o que poderia ser realizado com a verba em prol de todos. 

Portanto, com essa ferramenta, a população pode se inteirar desta situação e cobrar mudança e melhorias, não apenas nos gastos públicos e tributação, mas também na correta aplicação dos valores arrecadados com os impostos em prol de todos.

Com mais informações e dados, é possível que a população tenha condições de lutar por melhorias!

 









Atalhos da página


Diretório Estadual de São Paulo

Av. Indianópolis, 1.787
Planalto Paulista – São Paulo – SP - CEP 04062-003
Fones: (11)3804-4329 / (11) 3804-4451
E-mail:  ou 

PSB - Partido Socialista Brasileiro

Diretório Estadual de São Paulo
São Paulo - 2012 © Todos os direitos reservados.

Visualizado também em sistema operacional Apple Visualizado também em sistema operacional Android

Rede Corporativa e-Solution Backsite